Benefícios do Muay Thai

Existem várias versões sobre a origem do Muay Thai. A mais aceita pela maioria dos Mestres de Muay Thai e também por vários historiadores Tailandeses é a seguinte: 

Segundo os Tailandeses, a origem de seu povo é a província de Yunnam, nas margens do rio Yang Tsé na China Central. 

Muitas gerações atrás, eles migraram da China para o local onde atualmente é à Tailândia em busca de liberdade e de terras férteis para agricultura. 

Do seu local de origem, a China, até o seu destino, os Tailandeses foram constantemente hostilizados e sofreram muitos ataques de bandidos, de Senhores da Guerra, de animais, e também foram acometidos de muitas doenças. Para protegerem-se e manterem à saúde, eles criaram um método de luta chamado “Chupasart”. 

Este método de luta e auto-defesa fazia uso de diversas armas como por exemplo: espadas, facas, lanças, bastões, escudos, machados, arco e flecha, etc. No treinamento do “Chupasart”, freqüentemente ocorriam acidentes que causavam algumas vezes graves ferimentos aos praticantes. Para que eles pudessem treinar sem ferir-se, os tailandeses criaram um método de luta sem armas, o percursor do atual Muay Thai. Assim eles podiam exercitar-se e treinar mesmo em tempos de paz e sem o risco de ferir-se.

 No início, o Muay Thai era muito parecido com o Kung Fu Chinês. Um fato normal levando-se em conta à origem do povo Tailandês. O antigo Muay Thai utilizava-se de golpes com as palmas das mãos, ataques com as pontas dos dedos, imobilizações e mãos em garras para segurar o oponente. Com o tempo, ele foi modificando-se e transformou-se no estilo de luta que é hoje.

Em muitos períodos da história tailandêsa o Muay Thai foi muito popular entre os tailandeses. Principalmente no período do Rei Pra Chao Sua ou “Rei Tigre” como era mais conhecido. Ele foi um dos maiores lutadores de Muay Thai da história. Durante o seu reinado o Muay Thai fazia parte da preparação militar e era ensinado em todas as escolas. Outro grande lutador de Muay Thai foi um lutador chamado Nai Khanon Tom. Até por volta de 1920 os lutadores não usavam luvas e nem qualquer outro tipo de proteção. Os lutadores simplesmente usavam tiras de algodão, tiras de cânhamo ou de crina de cavalo enroladas nas mãos. Alguns antigos treinadores falam que em algumas lutas antigas, os lutadores faziam uso de cola e vidro moído nas ataduras. Mas, isso não é totalmente confirmado pela maioria dos historiadores. Algumas vezes também eram utilizadas cascas de cocos como protetor genital. As lutas não eram divididas por pesos e também não existiam intervalos durante as lutas, os lutadores lutavam até que um dos lutadores fosse nocauteado, sofresse uma grave lesão ou até à morte de um deles.

 Após 1920, algumas regras de boxe inglês foram adaptadas para o Muay Thai devido ao alto grau de lesões que estavam ocorrendo entre os lutadores. Dentre elas as divisões por peso, o uso de luvas, a inclusão dos rounds e também a inclusão do árbitro central juntamente com os juizes laterais. Mas, muitas coisas restaram das antigas lutas, como o uso de um conjunto musical com antigos instrumentos e que serve para dar o ritmo da luta. Conforme a luta está muito amarrada, sem ação, os músicos aumentam o ritmo de sua música para aumentar o ritmo de luta dos lutadores. Este conjunto é formado pelos seguintes instrumentos: três tipos de tambores diferentes, címbalos e flautas de “Java”. Outra tradição mantida é o uso do Wai Kru. O qual é uma dança ritual que serve para homenagear o treinador, seus pais, sua escola de Muay Thai, os antigos lutadores de seu ginásio, seus professores na escola, etc. Outra tradição que é mantida no Muay Thai é o uso do “Mongkon” O “Mongkon” é uma faixa a qual é colocada na cabeça dos lutadores para protegê-los antes da luta e que é retirada após o Rammuay. A “Kruang” é uma corda trançada que é colocada em um ou nos dois braços do oponente também com o objetivo de proteção, suas cores estão relacionadas com as preferências de cores do lutador, no Brasil é usado como graduação. A “Kruang” não é retirada após o Rammuay, como o “Mongkon”, ela permanece com o lutador por toda a luta. Na Tailândia as academias e ginásios são chamados de “campos”. Por isso é muito comum ler-se em livros e revistas de Artes Marciais internacionais citações ao nome de alguns “campos” de Muay Thai. Na verdade, tratam-se de ginásios de Muay Thai.

A história do Muay Thai

Nai Khanom Tom foi um guerreiro do Reino de Ayutthaya, capturado pelos birmaneses depois destes saquearem da cidade de Ayutthaya em 1767.
Segundo as lendas em 1773 ele foi capturado pelos Birmaneses durante um dos inúmeros conflitos entre os Birmaneses e os Tailandeses. Quando capturado, foi-lhe oferecida a liberdade se ele conseguisse derrotar alguns lutadores Birmaneses. Nai Khanom Tom foi admirado pelo então rei da Birmânia que exigiu um torneio para se provar as suas habilidades .

Colocados lutadores birmaneses contra os guerreiros tailandeses, a disputa teve início. Segundo a lenda, Nai Khanom Tom realizou antes do combate um ritual designado ram muay, uma dança cerimonial que visa homenagear os mestre e ancestrais do muay thai. Começando o combate, Nai Khanom Tom derrotou um dos guerreiros birmaneses, por nocaute.

O rei da Birmânia propôs então que Nai Khanom Tom enfrentasse nove lutadores birmaneses e caso conseguisse derrotá-los, seria concedida a sua liberdade. Utilizando-se das técnicas de muay thai, o lutador tailandês venceu os nove guerreiros.

Atualmente em memória deste feito, 17 de março de cada ano é comemorado o “dia nacional do muay thai” na Tailândia.

Benefícios do Muay Thai

Melhora o condicionamento físico

Por exigir bastante do corpo, o treino do Muay Thai é uma ótima alternativa para melhorar a forma e o condicionamento físico “Aptidão física é o preparo do corpo para realização de esforços intensos, composta por quatro grupos de variáveis: composição corporal (percentual de gordura, circunferências da cintura e massa corporal, por exemplo), força e resistência muscular (capacidade de realizar agachamentos, flexões de braço e abdominais), condicionamento cardiorrespiratório (habilidade de realizar corridas, trotes, lutas sem fadiga ou cansaço precoce) e flexibilidade (que envolve a realização de movimentos com boas amplitudes sem dificuldades ou limitações por músculos encurtados ou articulações ‘travadas’).

ACELERA O METABOLISMO 

Um dos segredos de um metabolismo rápido é a prática de atividade física – ainda mais se for bem intensa, como o Muay Thai. É essa intensidade que, para o mestre André Gomes, da Federação Paulista de Muay Thai, garante um metabolismo veloz. “A pessoa faz esforços intensos e, para conseguir realizá-los, precisa de bastante energia, ou seja, o organismo necessita trabalhar mais para proporcionar energia suficiente para as atividades.

Eleva a autoestima

O Muay Thai também é capaz de aumentar a autoestima de quem pratica. “Praticando um esporte de combate, a pessoa passa a se sentir mais segura e confiante, a sua autoestima melhora e ela exibe maior disposição para enfrentar os desafios da vida”.

DEFINE OS MUSCULOS

Nem um, nem dois grupos musculares: o Muay Thai desenvolve diversos músculos de uma só vez! “Por trabalhar com muitos chutes e joelhadas, a modalidade oferece excelente desenvolvimento para os membros inferiores, glúteos e parte central, que compreende abdomen e região lombar e trabalhando toda a  parte superior do corpo também trabalhando socos , cotoveladas e clinchs.

Melhora a força e a agilidade

Para ganhar mais força, o treino do Muay Thai conta com exercícios calistênicos – que usam o próprio peso do corpo sem aparelhos, como polichinelo – e de resistência muscular localizada – abdominais e flexões de braço. A força também pode vir do treino nos aparadores e nos sacos de pancada. Já a velocidade vem da parte chamada de “luvas”, quando os companheiros de treino lutam entre si. “Nessa parte, estimula-se a velocidade de reação, a resistência e a agilidade, com o aprendizado dos gestos e melhor condicionamento”

Aumenta a flexibilidade

Quando uma pessoa pouco flexível procura o Muay Thai, ela costuma perceber uma grande melhoria. “Há ganho na flexibilidade dos músculos lombares, posteriores da coxa, flexores e extensores dos quadris, em especial porque os gestos da modalidade e os exercícios realizados no início e ao final dos treinos acabam estimulando diferentes amplitudes de movimento que, com a prática, proporcionam estes ganhos”,

Protege o sistema imunológico

A prática do Muay Thai traz melhorias até mesmo no sistema imunológico em longo prazo. A atividade exige bastante do corpo, preparando-o para estímulos cada vez mais fortes. 

Exercita a coordenação motora

Não são todos que conseguem chutar ou defender com o lado esquerdo do corpo, o exercício mental exigido pelo Muay Thai é grande. “O estímulo à interação entre Sistema Nervoso Central e o Aparelho Locomotor (ossos, músculos e articulações) é o que proporcionará esse desenvolvimento”.

Sistema kids

O SISTEMA DE TREINO DO MUAY THAI KIDS DA NOSSA ESCOLA É TOTALMENTE DIFERENTE A QUALQUER ESCOLA DE MUAY THAI NO MUNDO!

É SEPARADO EM DUAS TURMAS O MUAY THAI KIDS 1 QUE É ALUNOS DE 4 A 7 ANOS DE IDADE E O MUAY THAI KIDS 2 DE 8 ANOS DE IDDE AOS 12 ANOS .

-UM PROFESSOR PARA CADA TURMA DE ALUNOS 

-SISTEMA DE GRADUAÇÃO INFANTIL COM 11 GRADUAÇÕES DIFERENTES ATÉ SE ATINGIR OS 12 ANOS .

AS 6 MÉTRICAS PARA FICAR APTO A GRADUAÇÃO SÃO:

-TEMPO MÍNIMO

-FREQUÊNCIA MÍNIMA

-TÉCNICA

-MERECIMENTO(boas notas na escola e bom comportamento em casa e na escola)

-TIRAR MÉDIA 7 NA PROVA TEÓRICA COM QUESTÕES SOBRE O MUAY THAI .

-ESTAR UNIFORMIZADO DURANTE AS AULAS

-SEMPRE CONFERIR O DESEMPENHO NA ÁREA DO ALUNO

Sistema de graduação

Saiba nossos valores, preechendo o furmlário abaixo. Logo entraremos em contato, obrigado!

1
Olá,
Como podemos ajudar?
Powered by